Enfim, a glória!

É isso mesmo, caro leitor e estimada leitora. Este que vos escreve, Julio Henrique Silvestre Simões, acaba de saber que ganhou seu primeiro concurso de literatura!

Explico: era tarde da noite de um domingo, mais precisamente duas horas da manhã (!), quando uma amiga (obrigado, Camila!) me indicou o blog do jornalista e fanfarrão Xico Sá.

Por lá, acabei descobrindo um concurso de contos em portuñol selbagem, uma anomalia da fusão fronteiriça entre português e espanhol, bastante difundida pelas bandas da tríplice fronteira.

Aí, incentivado por ela, decidi exercitar meu portuñol selbagem, que estava esquecido desde a viagem realizada há um ano para Buenos Aires, e criei o conto "Ito, el cabrón del diminuto".

Depois de enviar o e-mail, fiquei no aguardo. E nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro de 2008, acabei voltando ao blog da editora Do Bispo, que organizou a promoción, e me deparei com isto.

O fato de ser o melhor (ou seria o único?) conto em portuñol ainda me rendeu um exemplar de Caballeros Solitários Rumo ao Sol Poente, nova obra de Xico Sá, lançado em novembro do ano passado.

Emoções à parte, a vitória no concurso me fez repensar a pausa dada a este espaço. Já vinha pensando em voltar, como fiz da outra vez, mas ainda era uma idéia preliminar. Agora, é definitivo. Eu voltei.

ps. Contatos para entrevistas, perfis pessoais, reportagens especiais e projetos de biografia somente pelo e-mail juliohss@gmail.com. Obrigado pela atenção.

6 comentários:

C. Dayan: disse...

ahá, boa garoto.
Tá vendo só, a brincadeira deu certo.
Feliz por você! e valeu por lembrar da minha pequena pessoa.

E bem-vindo de novo ao blog.

Beijo D'propositado.

Milly disse...

quero um conto autografado, haha!
bem simpática a historinha.. ;)
espero que agora vc não pare de escrever, tá!
parabéééns :)

:*

Fábio disse...

Talento pouco é bobagem! Parabéns, cara!

E vê se pára com esse negócio de parar de escrever no blog, né? Já está mais do que na hora de você acreditar que escreve pra cacete!

Thá disse...

Que beleza, hein?! Já disse pro Fábio: essa história de ter um blog pode trazer muitas alegrias - quem sabe você não vire um blogueiro profissional, hein?

Parabéns pelo prêmio. E, por favor, continue compartilhando o seu talento!

beijos =)

Felipe Held disse...

Pô, cara, sensacional! hahahahaha

E mais sensacional ainda foi o portuñol selvagem. O máximo que consegui até hoje foi terminar um relacionamento com uma telefonista da Federación Venezuelana de Voley com quem eu sequer tinha iniciado um caso amoroso!

Outra coisa que merece destaque: o seu prêmio. Por motivos óbvios, entro na lista de espera para receber o tal livro.

Agora, só nos resta comemorar. E sábado tem uma tarde inteira de cerveja por modestos 15 tostões. Bora!

(e é bom estar de volta)

Mané disse...

Ahá! Melhor que a notícia dada pelo próprio autor na quarta-feira, só a volta que me chega aos ouvidos na quinta. Bienvenido de vuelta, cabrón!