A Alegria. O Triste

Dizem que a Alegria e o Triste são sentimentos opostos. Pode ser, mas é verdade também que eles podem conviver juntos, num mesmo instante.
Para ela, era um dia especial. Os preparativos para aquela noite, mesmo que não fosse exclusiva entre os dois, a deixavam extasiada. Os olhos bem abertos e brilhantes, as mãos inquietas e o sorriso radiante.
Para ele, o fato de ter que estar presente só fazia sentido pela amizade com o outro. As horas chegavam e ele se revezava entre cigarros e café. Os olhos semicerrados, as mãos inquietas e o sorriso amarelo.
Na hora do parabéns, ele viu a Alegria como nunca, emocionante, irresistível. E tudo aquilo não era para ele. Ela, no entanto, não reparou o Triste no canto, segurando o copo, melancólico. E tudo aquilo era por ela.

autoria: Julio Simões - data: 06/10/06

1 comentários:

Jo disse...

que lindo!

(diga-me qdo vc ver esse comentario, ok?)
bjos